segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Alvorada da Esperança

Alvorada da Esperança

Mais um ano amanhecendo no portal do
Tempo! Prelúdio de uma nova alvorada
Quem nunca alimentou um sonho novo
Quando o calendário é página renovada!

Será os olhos meus verão a ti
Será no teu sorriso vou estar
Ou o nunca para nós vai existir!?
E o para sempre nunca nos será!?

Quem não ousaria sonhar a plenitude! Na
Doce fonte tua descansar minha saudade
Sem os asteriscos, parênteses... Cuidados
Tecer a peles nuas nossa felicidade!

Que para todos seja a realização
Dos anseios guardados, a libertação
Tuas portas fechadas vendo a amplidão
Mãos desencontradas... Perfeita comunhão!

Porque ao se querer verdadeiramente
O nada não existe e tudo é atingível
De corpo e coração, de alma e de mente...
Não há, nem haverá lugar ao impossível!

*****
A todos um...
2 0 0 9 * Espetacular
De Amor Especialíssimo
Alvíssima Paz
Saúde Abundante
E muita Inspiração
Com a Graça do Alto
Em todos os momentos!!!

Iza

31/12/2008

4 comentários:

jo ra tone disse...

Igualmente também para a Isa
Que tudo se realize.
Belo poema para um início de Ano.
Abraço

Anônimo disse...

~~Poetisa Mor*
Bravo!
Bravíssimo!

L...
Mas...
C...
P...

Feliz 2009!

O + Simples Anônimo

paradoXos disse...

Há algo em comum - a palavra - aqui ela é a chave que abre o sentimento e faz reflectir o que vai por dentro - gostei dos teus retalhos!! Bela partilha!
2009 beijinhos prósperos!

Heduardo

technology disse...

balenciaga handbag
balenciaga handbags
balenciaga
balenciaga bags