quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Controvérsia

Controvérsia

Esta manhã... De pássaros na lembrança
Bailando asas nas ramagens da saudade
De grades livres às borboletas e pardais
Purpúreas rosas sobejando mocidade!!!

Meus olhos embebidos na roupagem de Deus
Vista em cada sopro, cada detalhe... Recanto
Quem mais seria capaz de vestir assim
A azaléia... O colibri e o agapanto!?

Quem mais faria um riachinho dançar tanto
Sobre os cascalhos afinaria tão belo canto
Calvados montes, de orquídeas, um belo manto!?

Na primavera estamparia raras fragrâncias
Versos... Em bem-me-queres de encanto!? Sua obra
Maior muitas vezes, em controvérsia, entretanto...

Ainda assim reza o egoísmo, amanha o
.................................... Pranto!

By Iza
10/12/2008

4 comentários:

Luiza De Marillac Bessa Luna Michel disse...

Amada Amiga E Grande Poetisa, minha Iza, quanta felicidade em encontrá-la aqui. Controvérsia é um soneto de sua lavra riquíssima, potencial único da escritora - da qual sou fã e profunda admiradora. Com carinho e amor, da Luiza De Marillac

mjtauil@gmail.com disse...

Junto meu retalho ao teu e admiro esse soneto que tem a tua marca registrada e um desfecho maravilhoso, como todos os outros.
Meu beijo!

mjtauil@gmail.com disse...

Amiga, tive que entrar outra vez! Que primoroso o poema que dá nome
ao site! Trouxe-me remotas lembranças de minha avó, também juntando retalhinhos, colocando naquele trabalho, todo o seu amor.
És a artesã da palavra...e como sabes manipulá-las!
Mil beijosssssssssssssssssssss,

Beatriz Prestes disse...

Iza minha flor!!!

Há tanto o que dizer, pois tenho tanto sentir em mim.....
Tua palavra é poesia, torna-se verso sempre. E este poema que verte em tua alma, sempre chega a mim como toque de carinho e felicidade!!!
Obrigada por me "linkar". Explique para mim como se faz, pois quero tbém colocar o seu.
Parabéns por esta realização. Você é especial demais Iza.
Beijo com carinho
Bea