sábado, 20 de dezembro de 2008

Sem Poréns ou Senões

Sem Poréns ou Senões

Nosso endereço é o luar... Onde
Plantei jasmins no cheiro do sentido
Perpetuei o sonho longe de outros caminhos
Fechei os olhos todos, apaguei os ouvidos...

Ao mundo!!! Que teima povoar
Ervas daninhas em nossas brotações
Pecando os frutos todos do nosso sentimento
Sem saber a raiz das nossas emoções!

Quero poder voar em sumida amplidão! Plena
De tuas palavras, senhora das tuas invocações
Ser tua musa, sem poréns ou senões!

Na pele em combustão encharcar teu sol
Porque enganos não há! Sou chama
Viva à espera do teu arrebol! Não...

Este estopim contido, qual frágil e lento
..................................... Caracol!

By Iza
19/12/2007

3 comentários:

Beatriz Prestes disse...

Minha amiga....

Li e reli aqui.....ouvi no Planeta!!!
Que delícia ouvir vocë declamendo. É a mesma doçura na voz...o mesmo timbre feminino, doce e amigo....
A cada dia você mais me encanta.
Você minha doce amiga, é orvalho no amanhecer....preciosa, rara, momento de frescor......você é uma mulher lindíssima Iza!!!
Beijo com amor
Bea

Anônimo disse...

~~Poetisa Mor*

Eís-me aqui...tirando meu chapéu ,reverenciando seu lindo poetar.

Entre...tantos, apenas o mais simples Fã.

materials disse...

It seems my language skills need to be strengthened, because I totally can not read your information, but I think this is a good BLOG
jordan shoes