sábado, 20 de dezembro de 2008

Sem Ti

Sem Ti

Entrelaço nossas mãos numa branca página
Neste momento acolhendo minha nova canção
Mas não ouço tua voz, nem sinto teu chamado
Entoar um canto novo só com tua afinação!

Inda que isto me custe eterna solidão
Não há possíveis verões sem tua voz
Nem luas seresteiras à janela do coração!

Não adianta não! És prece de uma vida
Resposta às súplicas d'alma minha! Sem
Ti desconhecido endereço... Ilha deserta!

Sem ti um fragmento, puzzle de peças soltas
......................................... Incertas!

By Iza
17/12/2008

2 comentários:

Poemas e Cotidiano disse...

Minha linda...
Que linda poesia... "Fragmentos de pecas soltas"... tudo seu tem um bordado de ternura.
Vim aqui para lhe desejar um Feliz Natal, com muitas alegrias, felicidade, ternura.
Adoro voce!
Beijos
MARY

materials disse...

Although from different places, but this perception is consistent, which is relatively rare point!
nike dunk