domingo, 23 de agosto de 2009

De Sedas e Vinhos

De Sedas e Vinhos

Ah! Quem dera uma vez... Uma vez apenas, sob
A lua sobranceira cumeada no horizonte, nosso
Amor em clareiras incendesse a madrugada, ante
O olhar das estrelas debruçadas sobre os montes!

Ah! Quem dera uma noite... Uma noite apenas, o
Incenso das tulipas dos teus dedos, alforriasse este
Sonho preso e a saudade à penumbra descansasse
Nosso Amor vibrando... Ao vento, sem segredos!

Telhados de asas espertando os arvoredos, nas
Línguas das estradas lampírides acesos, benditos
Ecoando no peito dos penedos! No vale dos...

Anseios suspira um riachinho, canções de miosótis
Múrmur torvelinho, banhando de emoções as ribas dos
Caminhos! Apenas um instante, um instante apenas...

Gritar em tua pele a seda deste Amor, lábios de
................................................ Vinho!

By Iza
21/08/2009


Direitos Autorais Reservados

6 comentários:

Rosane Oliveira disse...

Olá amiga, passei pra rever teu cantinho e me deliciar com teus versos...meu carinho a ti!

Genaura Tormin disse...

Vi-me nesse paraíso!!
Que maravilha poder me transportar e viver na sensibilidade que me escapa o que vc tão lindamente decantou nesse poema.
Não conheço outro poeta mais sensível do que vc.
A posteridade lerá os versos seus e saberá da grandeza de uma poetiza de nome tão pequeno - IZA.
Não me canso de repetir: Parabéns, moça!
Vc já é um patrimônio da humanidade, pode acreditar.
Beijos da
Genaura Tormin

Angela Guedes disse...

OI, IZA!!!
TENHA UMA OTIMA SEMANA.
"DENTRO DE CADA UM DE NÓS OCULTA-SE UMA LINDA SINFONIA REGIDA PELA MÃO DE DEUS, NUNCA ESTAMOS SÓS, É NO SILENCIO QUE OUVIMOS MARAVILHAS."
BEIJOS
ÂNGELA

REGGINA MOON disse...

Iza querida!!

Vir aqui sempre me faz viajar em belos poemas...acompanho-te sempre em suas maravilhas...
"De Sedas e Vinhos"...tem algo melhor? Pele de seda, lábios de vinho" Maravilhoso!!!

Tenha um semana repleta de Paz!

Beijos,

Reggina Moon

Rosemari disse...

Iza

que poema lindo, tão ´bucólico e carregado de imagens líricas.
Parabéns!

daufen bach. disse...

Olá poet(IZA),

sedas e vinhos, que bela combinação!
só poderia se unir assim, tão docemente, em teus versos.
Lindo, magnífico poema!

Abraço terno a ti.

daufen bach.