sábado, 7 de março de 2009

Fragmentos de Céu

Fragmentos de Céu

Desabrocham ave-marias nos sinos da manhã
De canto de olho a espia o sol! Fecundo
Aos poucos, enrubesce a alvorada
Inaugura o dia... Emoldurando o mundo!

O vale tranquilo em borboletas brota
Seu arco-íris fulgindo n'um festival de flores
Cabeleiras coloridas... Botões gráceis
Turbantes estampados n'um espalhafato de cores!

E como anima-se o terreiro, de ciscadas inteiro
Pintinhos amarelinhos esfarelam travessuras
Altivo e soberano... Canta o pai do galinheiro!

Corre lesto o riachinho flutuando melodias
No róseo beijo da brisa que passa bem de mansinho
Entre as árvores fruteadas de asas e chilreios...

Em pencas de ninhos madurando
...................... Passarinhos!

By Iza
25/02/2009


Direitos Autorais Reservados

4 comentários:

Beatriz Prestes disse...

Iza querida.....
Estar aqui lendo este poema, é como encontrar um oásis em meio a tanta aridez.
Teu poema é uma oração linda de gratidão à Deus, pelos tantos maravilhosos presentes que ele nos dá...e tão pouco valor damos......
Na vida poucos sabem o valor do amor...quem dirá destes detalhes maravilhosos que compõem o universo!!!
Fique emocionada querida!
Beijo com amor
Bea

Anônimo disse...

Fragmentos de Céu

Desabrocham ave-marias nos sinos da manhã
EM ONDAS SENOIDAIS, EM FREQUÊNCIAS SONORAS
De canto de olho a espia o sol! Fecundo
NOS RAIOS EM LEVANTE NO INFINITO ORIENTE
Aos poucos, enrubesce a alvorada
EM SETE ANJOS, EM SETE TROMBETAS
Inaugura o dia... Emoldurando o mundo!
NO FOGO ATIVO DO INCENSÁRIO EM ORAÇÕES DOS SANTOS

O vale tranquilo em borboletas brota
EM CORES VIVAS EM ASAS VIBRANTES
Seu arco-íris fulgindo n´um festival de flores
EM SETE CORES SOB GOTAS DE CHUVA
Cabeleiras coloridas... Botões gráceis
EM VIOLETA INTERIOR PARA O VERMELHO EXTERIOR

Turbantes estampados n´um espalhafato de cores!
EM ESCORRIDAS PINTURA EM AQUARELA


E como anima-se o terreiro, de ciscadas inteiro
EM BUSCA DO ALIMENTO TERRA
Pintinhos amarelinhos esfarelam travessuras
ALEGRES EM LIBERDADE SEM COMANDO
Altivo e soberano... Canta o pai do galinheiro!
NO GRITO REINADO AO ACORDAR PRESENÇA

Corre lesto o riachinho flutuando melodias
NO TOQUE SUAVE EM PEDRAS COMPOSTAS
No róseo beijo da brisa que passa bem de mansinho
NO BEIJO À FACE DA MÃE NATUREZA
Entre as árvores ramalhadas de asas e chilreios...
EMBALANDO AS FOLHAS EM ETERNO NINAR

Em pencas de ninhos madurando
............................ Passarinhos!
EM HABITAT ABENÇOADO PELO CRIADOR


Mochiaro duetando Iza e ofertando com amor para o seu blog
Um abraço

mochiaro disse...

Nesse dia EM HOMENAGEM A MULHER parabenizo você por oferecer lindas poesias e de profundo conteúdo.
Iza a Mulher não tem dia marcado e para mim é uma benção de Deus.
É essa benção que nos faz eternamante agradecido e, ainda mais quando um ser sente-se em solidão e silêncio.
um abraço
mochiaro

daufen bach. disse...

Aqui, "traveiz"..rs.

Quero agradecer a ti, imensamente as visitas em meu blog. Nao tenho podido corresponder a altura. Na verdade fico dias sem ir no blog, qdo apareço, posto por atacado e sumo mais uns dias, mas todas as vezes que chego, te vejo lá e, é uma alegria imensa saber lido por ti.

Outra coisa, eu tinha me adicionado como teu seguidor e agora vendo, sumi da lista...embirrei e me adicionei de novo, nao sei se devia, mas agora está feito..rs.

Mas outra coisinha. PARABÉNS PELO DIA INTERNACIONAL DA MULHER!...tu és um sempre de mulher aguerrida e determinada. PARABÉNS...PARABENS...PARABÉNS!

Uma última coisinha..rs. Eu nao sei que dizer de tua poesia, desta poesia. As palavras as vezes saão cruéis, nao traduzem o que sentimos...

Beijo nas tuas mãos.

daufen bach.