sexta-feira, 31 de julho de 2009

Brisa de Violinos

Brisa de Violinos

Vague! Alma peregrina sedenta de luas
Descubra teu olhar... Desdenhe a ventania
Chacoalhe ao mundo teus nús imortais, cante
Os teus ais e curve tua fé em faustas litanias!

Não deixe que te arrastem os gritos
Pântanos... Não te prostem o amém
Borde tua prece nos barrancos da tristeza
O céu não pode ser, se ao gozo te retém!

Soluce e pranteie, sorrindo! Faça das pedras, gemas
O sol nem sempre pode o teu amanhecer
Não há um só coração que o sofrer não trema!

Inda que a noite em teu seio rumine, arrulhe tuas
Penas sem repicar de sinos, não deixe tua lágrima
Chorar em outros olhos! Mesmo que o ocaso te...

Ameace! Perfume corações, faça tuas pegadas brisa de
...................................................... Violinos!

By Iza
31/07/2009


Direitos Autorais Reservados

10 comentários:

SAULO PRADO disse...

Ufaaaaaaaaa...........

Este é daqueles que deixam a gente sem palavras!!!

Beijo em seu lindo coração...

Judite (Dite) disse...

Olá Iza. Estive a espreitar o seu cantinho e fiquei encantada com as belas mensagens que aqui nos deixa.
Vou regressar certamente e deliciar-me com toda a magia.
Esta brisa de violinos leva-nos levemente sem amarras a qualquer lugar.
Um beijo,
Judite

MARIA NELLY disse...

Como são belas suas poesias!!!
Minha admiração por você é grande
e o carinho também!
Obrigada por abrilhantar meu blog
com comentários tão doces.
BEIJOS

Genaura Tormin disse...

É!! Isso mesmo! "sofrer sorrindo para fazer sorrir os que sofrem". Mas, às vezes, conseguimos alguma felicidade nesse sofrer, além do grande aprendizado para suportar os pedregulhos da caminhada. Seu poema, querida amiga, paraceira, companheira de versos e de vida, resume-se em prece! E eu gosto dessa prece... Um exercício de amor para a prática do próprio amor!
Obrigada pelo carinho perene, pela amizade, pelo bem sempre exposto sorrateiramente em seus versos.
Beijo grande.

meus instantes e momentos disse...

parabens muito, muito bom.
Maurizio

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

Escarpas de versos
Pousam sobre mim
E ficam submersos
Sob o ar da noite e o dia
Os mistérios opressores
Sobrevivem as flores
E o sangue

Bjs., Miguel-

REGGINA MOON disse...

Iza,

Cada visita que eu faço a voce, tenho vontade de levar um verso seu comigo...são como pedras preciosas, daquelas que todos admiram!!

Um beijo!!!

Tenha um Domingo de Paz!

Reggina Moon

Patrícia Lara disse...

Oi Iza! Como vc está?

Passando para atualizar as leituras, afinal, tudo o que vc publica aqui é imperdível!

Adoro os seus sonetos! Vc sabe, como poucos, unir forma e sensibilidade. Parabéns a ti.

Beijos carinhosso e tenha uma semana iluminada.

Patrícia Lara

REGGINA MOON disse...

Querida Iza,

Vim aqui buscar um Poema seu para o meu Blog.São lindos demais!

Um beijo,
c/ carinho...

Reggina Moon

daufen bach. disse...

"Brisa de Violinos"...que bonito isso! parece que estou a ver a imagem.
Parabéns a ti Poet(Iza), minha querida amiga. Tua sensibilidade é magnífica.

Beijo no teu coração.

daufen bach.