quarta-feira, 8 de julho de 2009

Você


4 comentários:

Lu Cavichioli disse...

aiii que loucura essa postagem!
MA RA VI LHO SA!!!

Beijo querida, adorei te ver no Retratos.

Apareça também no meu blog literário:
http://emporiodocafe.blogspot.com

até mais, te espero lá!
bjka

O Profeta disse...

Ao meu querer!
Dias noites, estações esquecidas
Inventei sonhos para sonhar
Lavei mágoas, dores perdidas

Uma árvore toca as águas da lagoa
O nevoeiro faz desenhos nas cumeeiras
Um Melro negro solta um pio ao acaso
A palavra quero-te diz-se de mil maneiras


Convido-te a ver a Cor da Claridade


Doce beijo

Renato Baptista disse...

Incrível como alguém vira poesia assim...eu que sei.
Beijo*

Eu e Alque disse...

Olá amiga poetisa, pabrabéns pelo belo e profundo pensamento. Amei!
Abraços,Cris!