quinta-feira, 30 de julho de 2009

Alma da Canção

Alma da Canção

Deitam-se meus olhos em nosso esconso céu
E os dedos dos meus versos, n'um múrmuro
Carinho, incensam-me a alma no vão desta janela
Ventos colhidos... Nos rostos dos caminhos!

Perduram ainda, no ventre das manhãs, as
Mesmas borboletas que plantamos! As rosas... Me
Reconhecem o cheiro! E quantas! Tantas novas rimas
Estendem-se na relva, do amor que enraizamos!

E aqueles rouxinóis... Alma da canção
Agora sobre a sebe em gotas de orvalho
Renascem nas manhãs... Da imaginação!

As noites penduradas no velho caramanchão
Onde balouçávamos... As luas de então, estrelas
Ascendiam-nos na palma da mão! Mel da minha...

Saudade! Teus beijos semeados, sismos da
.......................................... Razão!

By Iza
28/07/2009


Direitos Autorais Reservados

5 comentários:

Beatriz Prestes disse...

Minha doce querida......

Tenho te visitado e me presenteado pouco. Mas, quando aqui chego, sinto tua vibração de carinho. Estes teus braços abertos, cheios de carinho e paz!
Não há quem te conheça, que não se encante por você, que não se renda aos teus versos todos perfeitos, auge de inspiração.
Às vezes me sinto amarrada, imobilizada..rs E assim, perco momentos lindos em não estar aqui!
Obrigada minha flor......por tantas coisas......rs
Amo você
Amo tua poesia

!!!!!!!!!!!

Beijo com amor
Bea

Ataide Lemos disse...

Iza,

Agradeço-te pelos comentários e retribuo a parabenizando por seus belos escritos,

Abraços,

Ataíde Lemos

maria nelly disse...

Lindíssimas poesias!!!!
obrigada pelo comentário e do presente que deixaste em meu blog.
ADOREI!!!!
.Por favor me envie sempre suas poesias.
beijos

Anjo disse...

Bonito post
que aqui encontrei

"Pouca coisa é nescessária para transformar verdadeiramente uma vida:

Amor no coração e um sorriso nos lábios."

Beijos

Rosemari disse...

Iza

Muito obrigada pelo carinho no blog Escritos da Memória. Visitei seu blog, adorei seus escritos e me tornei sua seguidora.

Um beijão.