quarta-feira, 3 de junho de 2009

Abençoadas Cicatrizes

Abençoadas Cicatrizes

Teu Manto! Agasalho da minha tristeza... Aos
Poucos esvaindo-se no orvalho das Tuas Mãos
Maturam asas p'ro amanhã dos meus olhos
Sem temer mal algum... Funâmbulo coração!

Vivo cada instante pela Tua Glória! Teu
Sol trilando no semblante dos caminhos
Se dilaceram-me os uivos das procelas, não
Permites o avulto de impossíveis torvelinhos!

Via-crucis de espinhos perfumados de rosas
Choro em meu pranto alguns dias infelizes
Porém, no altar da minha fé, louvo e exulto
Benditos ais... Abençoadas cicatrizes!

Adversidades... Nos braços da Tua Fortaleza
Vencidas! Se aflita a luta, protege-nos Teu
Escudo! Por Amor, semelhaste-Te a humanidade
Querença Maior! Pai de todos... Tudo!

Se a tormenta em alta voz... Apuras-nos o tom
Agudo! Não dás fardo mais pesado que nossa
Capacidade! Penas!? Providências a serem cumpridas
Pérolas em cultivo na concha da eternidade...

Esperança baldia! Se fôssemos o céu em
........................................ Vida!

By Iza
30/05/2009


Direitos Autorais Reservados

8 comentários:

REGGINA MOON disse...

Iza,

"Abençoadas Cicatrizes".Belíssimo!!
Nossas postagens estão parecidas no tema.Ás vezes pecisamos ficar um pouco ausentes, ainda mais quem tem esse dom de escrever Poemas como voce, é normal.O importante é estarmos juntas nessa corrente que se forma, de mensagens boas ou realistas para tantas pessoas que gostam de ler...não importa a forma.

Um grande beijo, Boa Noite!

Reggina Moon

Mariz disse...

SAlvé querida
Sim! Abençoada.
E sim!
O céu vive em nós!

Abraço meu cheio de Bençãos neste período de Pentecostes - embora não seja católica e faço questão de o referir.
Deus não me quer de "bengalas!" - foi o que me disse por "sinais".
NÃO HÁ RELIGIÕES QUE ELE TIVESSE DEFINIDO.
Os homens como sempre...levam avante, o que a sua mente dita - e distorcem tudo a seu belo prazer, instituindo "poderes"...só para elevarem o "ego".
Pouco ou nada fazem pelo rebanho.

Agora sim..
vou-me

Mariz

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

Um cântico poderoso
Sai engalanado em poesia
De uma fé que exulta a lembrança
Falqueja a esperança
E comove ao intilar o amor!

Bjs- Miguel

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Iza querida,

Sempre serás muito bem vinda ao Sofia! Vc é especial e sempre terá um lugar em meu coração..

Lindo lindo e mais lindo ainda o seu texto! Parabéns!

Luz e paz! Ah, e dias azuis... Rs!

Com carinho,
Whesley

Rosana disse...

Iza minha querida, amiga linda, obrigada por ter me visitado e tenha certeza, sua presença em muito me alegrou, maravilhoso seu texto, beijo no seu coração, volte sempre que puder e quiser!

SAULO PRADO disse...

As cicatrizes são as escadas que nos leva ao céu...

Parabéns; lindo poema!

Beatriz Prestes disse...

Iza querida......

Quantas e quantas vezes, o recolhimento se faz necessário....
Pensar, avaliar, muitas vezes sofrer em silêncio para retornar, emergir, e fazer nascer um novo poema.
Teus versos querida, estão cada vez mais supremos!
Beijo com amor querida!
Te adoro linda
Bea

Renato Baptista disse...

Desde o título que reflete o enigma do viver até o desfecho com a altivez profunda de quem sabe ser poeta.
Beijo* Iza