sexta-feira, 12 de junho de 2009

Mansa Paisagem

Mansa Paisagem

Fui aurora e flor... Pétala de viço
Verões em esplendores de flâmeos remígios
Irrequieto sol abotoado de risos, lua
De serenatas... Estrela em prodígios!

Semente inda verde sobre a vida lançada
Num chão tremido de incertezas... Tão
Cedo, meu Deus, a ferro e fogo provada
Indeciso olhar... Fingindo fortaleza!

Somando meus dias me abraçam venturas! Brisa
Leve dentre canaviais... Do mel vivido ao teu
Lado! Menino sereno, meu céu moreno, sem ais!

Oblatas! Fios de prata resplendem meus cabelos
No outono dos meus olhos, mansa paisagem, d'alma
O espelho! Se vago o amanhã somos eterno espírito...

E, na noite, também se esboroa o crepúsculo
........................................ Vermelho!

By Iza
06/05/2009


Direitos Autorais Reservados

10 comentários:

Rosana disse...

A como é bom passar por aqui e ler a poesia, quase que cantada... é sempre um carinho ao coração, amiga obrigada por me visitar, venha sempre, beijos em seu coração!

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Olá amiga Iza,

Lindo o seu coraçào de poetisa onde todas as tonalidades de cinza ganham colorido tênue e confortante... Lindo!

Luz e paz!

Com carinho,
Whesley

Mariz disse...

Salvé Amiga
Consegui vir até aqui, depois desta pausa forçada.

Este poema é quase transcendente!
Oblatas e fios de prata...muito belo, como o teu coração.
Grata pelo comentário e pela passagem por lá.raço com raios mansos de sol já em fase de partida no ocaso

Deixo um abraço
Sempre...
Mariz

ESPAVO!

Anônimo disse...

Iza, poeta amada, teus versos já nem falam mais a minha alma. Eles gritam em letras garrafais.
Que delícia é vir aqui e passar momentos sublimes cheio de poesia, de coisas boas, sentimentos bons nos invadem.
Obrigada, viu??

Beijos ternurentos

Clau Assi

Lu Cavichioli disse...

Nossa que poema intenso, elegante e sem chavões (o que muito me agrada).

Teu blog é belo Iza.
Venha me visitar, será um prazer!

Beijo de afeto

Lu

O Profeta disse...

Não há longe, teu mundo a ilha
Tens andar gingão mesmo á maneira
O verde é manto que te afaga os pés
O mar é o teu azul por cabeceira

Passos ao encontro
Alma cheia de cor e ilusão
Braços abertos à aventura
O mundo na palma da mão


Boa semana


Mágico beijo

António Manuel disse...

Iza:

Agradeço seus comèntarios,são impares:

Seu Blog è encantador:
Adoro estar aqui, me sinto gràto em pôder compartilhar estes mumentos de Pôesia:

Os meus melhores comprimentos


Antònio Manuel

Eu e Alque disse...

Olá Iza, amiga poetisa...
Pabéns pelo blog; amei as imagens e me deliciei nos textos.
Quanto talento!!
Que Deus lhe ilumine a cada dia para que seu coração esteja cheio de graça e paz, lhe dando inspiração.
Abraços, Cris!
Obrigada pela visita!

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Iza,

Quanta emoção em saber da sua emoção... Acredito, como humilde aprendiz de poeta, que é essa a razão da poesia manifestada em um espaço publico... Muito obrigado pelo carinho, saiba que te prezo muito, viu?

Luz e paz!

Com carinho profundo,
Whesley

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

MinhAmada...

"indeciso olhar...fingindo fortaleza"...e realmente sendo forte e força integral no enfrentamento de cada dia. U'ma alma que reluz e sobrevoa os campos da vida, em que tempo for, seja passado, presente ou um "olhar" para o futuro. Belíssimo,querida. Bjs