segunda-feira, 8 de junho de 2009

Lírios no Coração

Lírios no Coração

Ah! Estas tardes augustas despertas em arco-íris
Parece, a natureza palpita... Lírios no coração
Ninhos abrem madrigais em singular harmonia
N'um picadinho miúdo pétalas rolam no chão!

O rio festeja crianças em trampolins de alegria
Angelos crepusculinos dançam os badalos dos sinos
Não sei que canção é essa, mas sei d'Aquele que
A cria... No vento desabrochando harpas e violinos!

O seio da terra entoa canários e rouxinóis... Aos
Meus olhos extasiados neste eldorado de luzes
Melenas do horizonte brincam milhares de sóis!

E tanta vida fulgura! E tanta música inflama
Que o céu até parece me cabe na palma da mão
E no abraço das cores saltita intensa chama...

Neste Amor sem predicados, gesto da
.................................. Oração!

By Iza
02/06/2008


Direitos Autorais Reservados

7 comentários:

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Amiga Iza,

Seu canto ao escrever e expressar através de seus versos os melhores e mais nobres sentimentos me encanta sempre... Lindo os seus lírios! Lindo o seu coração!

Luz e paz!

Com carinho,
Whesley

Luiza De Marillac disse...

Querida amiga Iza,

Que seus versos encerram em si uma beleza atemporal, poesia magistral, sob mãos abençoadas, de talento único... Meus parabéns, saudades. Luiza

António Manuel disse...

Iza:
Antes de tudo, os Meus Parabèns

Como è Bom estar aqui no seu Blog
ele me dà instantes de prazer e Pàz:

Seus Textos são Maravilhosos



Os Meus Melhores Comprimentos


Antònìo Manuel

O Profeta disse...

Um areal morno acolheu
Teus passos ávidos da chegada
Caminhas na procura das marcas
De uma espera desencontrada

Calmaria!
A bonança reivindicou o Sol no celeste
Uniram-se os pedaços de rasgada vela
Tua alma retomou o sonho adiante


Bom fim de semana



Mágico beijo

daufen bach. disse...

Olá Poet(Iza),

Saudades de ti. Venho te dar um abraço terno e silencioso de grande amigo. Por inúmeras razões eu não tive como falar contigo depois de tudo que aconteceu mas eu queria dizer que partilho da tua dor, que, embora não tenha sido tão constante ultimamente, sempre és lembrança terna e cativa em meu coração.

Nesses "repousos forçados" que tenho que enfrentar de vez em qdo, li um livro muito bom de Augusto Cury intitulado "O vendedor de sonhos". Teve uma parte, um capítulo que li e pensei em ti, e na dor que sentiu. Quando puder ler e se quiser ler, leia. Muito bom..rs.

Mas...ara! a vida segue né.
Tua poesia haverá sempre de te dar força e coragem para suportar e tranformar em brilho as agruras da vida.

Um beijo terno a ti minha grande amiga e luz sempre.


daufen bach.

Lu Cavichioli disse...

Outra maravilha, lapidada em cascata de metáforas, todas muito bem construídas. Sem vícios e obviedades.

Há muito não lia (na net) poemas com tanta qualidade.

Vejo em tua poesia traços de Florbela Espanca, num romantismo velado, desses que sentimos saudade.

Bjs querida e parabéns pela poesia de grife.

Anônimo disse...

HOLA.
ME ENCANTA TAN LINDA Y PERFECTA MUSIA O CANÇÃO (LÍRIOS EN CORAZON).
ES MUCHO BELLA Y AGRADABLE DE GRAND EMOCION.
MIS FELICITACIONES.
BABY.