segunda-feira, 25 de maio de 2009

A Música do Teu Coração

A Música do Teu Coração

Sabe Pai... De ti, eu sei, herdei a Poesia

Tinhas dentro dos olhos o gesto da emoção
Teu sangue vibrava canções por tuas veias
Alegria contagiante... A música do teu coração!

Paro no tempo cismando paisagens... Nossos
Olhos abraçados sintonizavam estrelas, dançando
Luares conversavam silêncios! Singulares partituras
Aos outros, noite escura, impossível compreendê-las!

Nesse afino de almas cantarolava uma criança
Feliz... No acordeon dos teus braços brincando
Saudade eternizada em minh'alma aprendiz!

Quão pouco, Pai! Quão pouco! Um nada... Para o
Tudo que quis! Lembras!? Eras o céu da amarelinha
Chegadas ridas! Partidas... Pelas emoções beijadas!?

Pai! A vida é simulacro sem o som da tua estrada
............................................ Na minha!


Te Amo...
Desde o meu primeiro raio de sol!!!

Iza
18/05/2009

5 comentários:

clesio boeira disse...

Um poema extraordinário!
Um pai brilhante!
Um ser humano incrível.
Quem não percebe?

Abrção, Iza!

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

IzAmadAmiga e Irmã...

já comentei no Planeta -com lágrimas de emoção- e agora vou dizer apenas que: tão linda é esta homenagem que mostra a grandeza desse Pai maravilhoso, que foi capaz de nortear esta filha espetacular...E pedir, novamente, que tenhas força, aguardando o reencontro, no tempo certo.
Um abraço muito apertado e com carinho, amada. Beijo de Luz.

Mariz disse...

Até que enfim a apanho!
Houve uma série de situações de desencontro e demoras....
Há lago muio conceto que gostavaq de lhe perguntar:
Este pai a que se refre é o seu biloógico ou o Nosso?
É que podem ser perfeitmente os dois!
Pr exemplo: a musica de fundo que coloquei, tem um poema quanto a mim em bnito, que de certo não é dedicado ao nosso Deus,as a alguém a quem se ame na terra e eu sinto-o como um presente que entrego ao PAI:...
Percebe a analogia? Espero que não ve a mal. Isto porque a profundidade é tal e a expressão tão nítida quenele só vejo Beleza.
E este é um dom,ou sentimento aliado ao talento que poucos possuem - refiro isso no post que escrevi e faço um contraste com o que não é.

Então que o Amor e a Beleza continuem a conduzí-la.

Sempre....
Mariz

Anônimo disse...

Uma poesia feita de amor e de saudade, e que lembra, com todo o amor do mndo, um pai extraordinário, que marcou, por tudo o que foi para você, o seu belo e doce coração.

Beijo suas mãos. querida amiga.
Théo Drummond

Patrícia Lara disse...

Olá Iza! Tudo bem?

Eu vim me despedir de vc. Estou fechando o meu blog por um tempo... não sei quando voltarei, se voltarei, mas queria te dizer que foi um grande prazer conhecê-la e ter sua amizade, sua poesia e seu carinho.

Obrigada pelas visitas e pelas palavras carinhosas que sempre teve comigo e com os meus escritos.

Te desejo tudo de melhor...
Beijos

Patrícia Lara