sábado, 31 de janeiro de 2009

Fragrâncias

Fragrâncias

Nessas horas em que o silêncio toma corpo, ocupa lugar no espaço apagando do mundo as palavras, até o arfar do meu peito transforma-se em grito, minha respiração ecoa em feição de tambores assombrando as palavras ainda virgens em meu seio! E sou a própria madrugada vestindo seu manto de aves, abrindo o gargalo da manhã num galo músico adiantado, pois que... Estrelas ainda me cochicham segredos, pulando carneirinhos sobre os bocejos do luar!
Não demora e o cheiro maduro do outono bebe a brisa levando meus pensamentos a outras plagas quando, em pés de poucos anos, amanhecia sob as mangueiras apanhando os frutos colhidos pelas mãos da ventania da última madrugada!
E como me sabiam os periquitos, os melros e os tem-tenzinhos! Brincavam comigo de tempo-será... Ao eco dos meus passos riscavam suas asas pousando-nas inquietas n’outros braços do pomar!
Raízes da inocência! Quando beijo estas saudades longes foge-me o coração, indo apear naquelas madrigais auroras onde o riso era música cotiadiana e as horas não contavam, pois o amanhã também seria em solama de folguedos, costura de bonecas e zunido de piorras, petecas, bolas de gude, queimadas e bandeirinhas, circo de travessuras... Bocas cheias de alegria!
Tempo! Tempo feliz! Tempo que nem vi passar! Podes vencer-me o corpo, mas minh’alma pulsa inda no peito daqueles dias... Filhos da simplicidade, fragrante carrossel de lembranças, de céu imensuráveis
........................................................................ Fatias!

By Iza
31/01/2009

9 comentários:

Beatriz Prestes disse...

Querida minha!

As coisas mais preciosas da vida, como a felicidade e o amor, são as mais simples. O que é verdadeiro não precisa de máscaras ou rebuscamentos. A verdade não usa disfarces.
Teu texto é inteiro clareza, doçura. Tua alma é tomada por poesia!!!
Te adoro e admiro Iza. Teu escrever transcende em meu coração!
Beijo carinhoso
Bea

Poemas e Cotidiano disse...

Minha amiga,
Que coisa mais linda... Seus escritos sao emocionantemente lindos... Voce cria palavras maravilhosas, voce as borda com ternura, com amor criando paisagens em nossa cabeca.
E criando sempre, sentimentos unicos em nosso coracao.
Te adoro minha amiga! Voce esta no meu coracao!
Beijos
MARY

daufen bach. disse...

poet(Iza)..

eu, toda vez que a leio, emociono-me!
Tens uma capacidade imensa de traduzir emoções em palavras.

Um grande abraço a ti viu!

daufen bach.

daufen bach. disse...

poet(Iza)..

eu, toda vez que a leio, emociono-me!
Tens uma capacidade imensa de traduzir emoções em palavras.

Um grande abraço a ti viu!

daufen bach.

Alberto disse...

Que retalhos lindos tu mostras nesta colcha de alegres infâncias vividas .

Amei viu?

Um beijo - Alberto.

Luiza De Marillac disse...

Amada Amiga e Grande Poeta Iza:

Passando para fazer-te uma pequena visita, deparei-me com essas fragrâncias elegantes, repletas de saudades e emoções vividas em plenitude. Amiga, sempre que sentir saudades, virei aqui, está bem? Parabéns, teu blog está belíssimo, receba meu carinhoso beijo no coração, Luiza De Marillac

Regilene disse...

Oi Iza,

Vc foi uma das primeiras que li no planeta literatura e gostei tanto que achei seu blog e tornei-me seguidora desse espaço lindo com muito prazer, gosto de ler-te vc escreve lindamente.

Obrigada por sua carinhosa visita e retribuição, vamos juntas fazer essa colcha colorir o mundo aquecendo almas pelo universo...

Abraços poéticos!

Regilene

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny