terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Basta

Basta

Eu quero ir onde meu nariz aponta, sem subterfúgios ou máscaras! Romper paradigmas, desalienar o pensamento... Eriçar esse chão descabido, cheio de lendas d'um fado passado! Ser asa sem senso, relento até! Quem sabe assim, desgelando as entranhas, possa então uma avalanche sem arrimos... N'um átimo arrebentando todas as raízes, fixando-me em meu próprio chão.
Chega de colecionar correntes! Para que alimentar grilhões se, em meu olhar, chove sem perdão, enferrujam solidões... Flores alheias já não podem enfeitar minha devoção!
Sou uma metáfora sem nexo, respiro outras vidas, banida de mim!
Preciso seguir minha direção, ser o alvo da minha seta... Egoísticamente pensando, manar para minha própria sede há muito insatisfeita! Beber do meu leito, ser insensatez, viúva da certeza e amásia do meu eu, arriscar novas rimas em tua página desconhecida, resolver este amor!
Quero levante com o sol, a tua primeira palavra... Sem buns estrangeiros, rotineiros cheiros, pão com manteiga sem o ranço do ontem! Arvorar minha vida nesse sonho, fazer ninhos alcoviteiros em ti, ser teu ponto culminante sem importar com poréns, mandando para o raio que a parta essa minha sempre incontida, maníaca razão!

......................................Basta......................................

By Iza
05/01/2009

4 comentários:

Beatriz Prestes disse...

Querida.....
Como teu escrever é lindo e tocante!
Teu texto é um grito que ecoa!!!!
Li e reli seguidamente, e teu texto falou, explicitou, emocionou!
Beijo com imenso amor minha amiga!
Te adoro linda!
Bea

Nádya Haua disse...

Iza querida amiga, é com alegria que leio tua alma, pois é com ela que escreve...
Lindo querida amiga!!!!Emocionante mesmo!
Um grande beijo em seu coração e felicidades infinitas para 2009.

Angela Lara disse...

Minha Iza, sabes que sou tua fã e onde estiveres, estarei para te contemplar.

sticker disse...

gucci vintage
gucci online
gucci fashion
gucci uk
gucci bags