domingo, 6 de setembro de 2009

Asas da Minha Pena

Asas da Minha Pena

Meu coração onde este amor troveja
Matando a sede... De sede amargando
Sagrada lança que rasga e sutura
Minh’alma entregue, sorrindo e soluçando!

Vai sufocando e fôlego novo dando
Do sonho, a terra! Da terra, o sonho
Almo dilúvio... Doçura melancólica
Transfigurada, noites com sol transponho!

Pira ardente no peito florescida! Imperecível
No vai e vem da vida... Silêncio que é
Escudo, verdade proibida! Noctívagas...

Açucenas, rorejam-me o peito nas gotas do teu
Cheiro, conduzem-me à brisa do teu douto espírito
Sebe de rosas sobre um despenhadeiro! Meu...

Doce cativeiro, casulo do delírio, asas da minha
................................................. Pena!

By Iza
06/09/2009


Direitos Autorais Reservados

8 comentários:

Beth Cerquinho disse...

Lindo amada...mas nunca entendi porque o amor tem que doer tanto...rss
Bjka e um mega feriado

Eliane Jany Barbanti disse...

Adorei seu blog! Já sou sua seguidora!
Agradeço sua visita ao Louvor a Deus e por tornar-se nossa seguidora TB.
Paz e Graça com o senhor.
Eliane

Mariana disse...

Vim conhecer os retalhos do Amor e descobri retalhos mais que preciosos.
Adorei.

Beatriz Prestes disse...

Minha querida......
Um título perfeito, não só para este poema, mas para a poesia que vai na tua alma!
Tanto se diz que o amor é alegria, plenitude, dedicação.....mas como esse mesmo amor inteiro pode vir coroado de espinhos venenosos.
Tua poesia é sempre "auge", você consegue como poucos minha linda ir tão profundamente em teu talento e inspiração!
Te amo de paixão
Bea

Djanira Luz disse...

Muito bom gosto seu espaço. Amei a beleza das letras e visual. rs Beijoquinhas. ;Dja

daufen bach. disse...

Oi querida poet(IZA)

aqui te lendo, me deliciando com teus versos, depois de uns dias, novamente, afastado por causa desses meus perrengues voltando a casa dos amigos.

vim buscar com um certo atraso o meu presente...risos. Obrigado viu! Beijo no teu coração.

daufen bach.

wcastanheira disse...

Poesia um belo remédio pra alma, coração, solidão, tempestades, calmarias, amores, desamores, prantos e risos, encontros e desencontros, poesia é...tudo. Parabéns vc está d++++, bjos, bjoss, bjoss.

POESIA CÁ E LÁ disse...

Iza, amada,

Música, cor, perfume!!
Tudo brotando do teu coração!!
Tua pena ´emesmo mágica e lírica!!

bejos ternurentos

Clau Assi