quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Sedenta de Ti

Sedenta de Ti

Olho p'ro céu, que tanto me declamava estrelas
Não as encontro mais... Infinito vazio! Minhas
Pequenas mãos não conseguem ascendê-las
E a noite me atravessa... Gumes de calafrios!

Brisa... D'antes carícia, dedos em meus cabelos
Ora geme no telhado, ciscando desespero
Desgrenha as roseiras, rasga os cheiros da manhã
Sedenta do teu orvalho... Um gole, traço ligeiro!

Hálito da tua estrada... Poeira! E o sonho na
Algibeira! Como chegaste, partiste... Águas
D'um manso rio, quebradas na cachoeira!

Estrelas tão nossas... Das trevas reféns
Flores que estremeci a cada olhar de ti!
Camélias
E bem-te-vis quedando-se aos teus poréns! E...

A vida!? Ah! A vida sem fôlego, um nada! Sepulto
................................................ Colibri!

By Iza
05/10/2009


Direitos Autorais Reservados

11 comentários:

Onnett disse...

HI!

How did you do to put an image in the name of your page? how you put the flower in the background of your name retalhos, thanks.

Manu disse...

lindo! Vou começar a acompanhar esse blog.

Maria L. Bózoli disse...

Obrigada pela visita Iza.Amo Neruda tanto quanto voce.

Bom diaaaaaaaaaa........M@ria

Maria L. Bózoli disse...

Olho p'ro céu, que tanto me declamava estrelas
Não as encontro mais... Infinito vazio!

Eita... saudade sempre presente.
Quem ama ou já mou minha amiga não tem como não sentir saudades.

Beijos na alma.........M@ria

Rosemildo Sales Furtado disse...

Passar por aquí é muito bom porque a gente sempre aprende algo mais.
Brisa... D'antes carícia, dedos em meus cabelos
Ora geme no telhado, ciscando desespero
Desgrenha as roseiras, rasga os cheiros da manhã
Sedenta do teu orvalho... Um gole, traço ligeiro!

Lindo! Muito profundo!

Beijos,

Furtado.

Judite (Dite) disse...

A vida sem fôlego, é uma vida desabitada , mas a tua sede de amar, torná-la-á num grande mar!
Adorei o poema!
Beijo,
Judite

Clau Assi disse...

Boa noite, poeta,

Bom encerrar a semana passeando por aqui.

Beijos ternurentos
Clau Assi

Maria L. Bózoli disse...

Bom dia e Bom FDS amiga

Beijos..........M@riaaaaa

Beatriz Prestes disse...

Minha amiga querida.....
Teus versos são de uma sede que não passa!!
Sempre linda tua alma, este teu coração...bombando por tantas veias, a mais deslumbrante poesia!
Te amo de paixão minha irmã!!
Bea

Paula disse...

A vida...pura aparência...cinematografias de um criador sem nome...

Abraço

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

ManAmada...
essa tua "Sede", semre a mesma minha, às vezes, até me faz pensar se não bebemos de uma mesma fonte...que "secou"...de tão incrível o quanto "poetas" teu eu com o meu...Maravilhoso,amada! Te Amo! Bjs