domingo, 11 de outubro de 2009

E o Sol Deixou de Ser

E o Sol Deixou de Ser

Diga-me dos teus dias... Morro por ti
Abençoe-me com tua alvorada, permita ao
Vento dizer-te às lágrimas desta madrugada
Meus olhos nublados... Vacilam neste nada!

E o sol deixou de ser no silêncio da tua luz
Peito triste soluça nossa antiga canção
Si tu no estás aqui, abandono a vida
N'algema do tempo... Jazigo da solidão!

Diga-me das tuas noites... Saudade que me
Consome, ando no susto das horas te alucinando
Suspiro teu nome baixinho, verso da minha fome!

Deliro tua voz me acariciando... Pensamento do
Meu ninho, onde minh'alma prostrada, ajoelha prantos
Espinhos! E o sol deixou de ser no silêncio da tua...

Luz, abençoe com tua aurora, este vulto em forma de
....................................................... Cruz!

By Iza
10/10/2009


Direitos Autorais Reservados

24 comentários:

ONG ALERTA disse...

O sol é a energia para sobrevivencia, nos abastece de calor para suportar os dias mais tristes, paz.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amiga! Passei para te desejar um bom domingo/feriado e dizer que a luz do sol e a água da chuva, são os principais fomentos da nossa existência.

Lindo poema, muito profundo.

Beijos,

Furtado.

Judite (Dite) disse...

Um sol que precisará de recarregar as energias para voltar a iluminar a tua vida!
Será necessário esperar pelo bom tempo!
Um beijo,
Judite

Nadja Ramalho disse...

Prabéns pela beleza de inspiração, que as tristezas de nossos corações sejam arrastadas, pela luz do sol e transformem-se apenas em RETALHOS.
Amei!
Beijo em teu coração

Maria L. Bózoli disse...

Luz, abençoe com tua aurora, este vulto em forma de
....................................................... Cruz


Ke Deus e Nossa Senhora nos abençoe a todos no dia de Nossa Padroeira e mãe Aparecida 12/10...e a vc e toda sua familia também minha amiga! Beijos...M@ria

REGGINA MOON disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
REGGINA MOON disse...

Iza querida,

Cada vez que venho aqui é certeza de encontrar um lindo poema...são todos maravilhosos...fico encantada sempre!

Um grande beijo, grata pelo carinho e tenha uma linda semana!

Reggina Moon

Feliz Dia das Crianças e que Nsa. Sra. nos guarde a todos...

Eliane Jany Barbanti disse...

Olá querida obrigada pela carinhosa visita ao Louvor a Deus.
Volte Sempre será sempre bem vinda!!!
Seu blog está DIVINO!!! pARABÉNS.
BEIJOS DE LUZ.
Eliane

António Manuel disse...

Iza:

Lindo texto, como sempre no seu melhor:

Deliro tua voz me acariciando... Pensamento doMeu ninho, onde minh'alma prostrada, ajoelha prantosEspinhos! E o sol deixou de ser no silêncio da tua...
Luz, abençoe com tua aurora, este vulto em forma de............. Cruz

By Iza10/10/2009
*****

Obrigado por me dar, sempre a lèr tão belos textos:

Tenha uma semana chèia de realzações

Com carinho abraço mèu


Antònìo Manuel

♥ ♥ Eu disse...

Lindo poema de amor, onde o sol deixa de ter luz para ceder sua claridade ao amor.

bjos e obrigada por me deixar conhecer este espaço tão belo.

Maria L. Bózoli disse...

Passando e agradecendo sua visita amiga......Já é rotina passar por aki saborear seus belos textos.

Beijos......Beijosssssss

Lice Soares disse...

Olá, amiga!
Tudo aqui é muito lindo.
Vim agradecer a tua presença lá no meu cantinho e deparei-me com o teu perfil a juntar pedacinhos da minha infância, costurando os retalhos, tão nítidos e tão belos,
criando esta colcha tão linda, também em mim:
"...Fogão de lenha...
E minha avó adorada..."
Juntei os meus retalhos, refiz os meus sentimentos chegando até aqui.
Obrigada por isto.
Bjs no teu lindo coração.

Beth Cerquinho disse...

Iza...que delicia ter vc sempre comigo...vc é o sol!!!
Minha amiga..imagina acabar a vida rodando num apartamento daquele..affff nem é bom pensar..rssss
Bjka e tenha uma semana iluminada como vc!!

Rosemari disse...

Parabéns, o poema é maravilhoso.
O sol deixou de ser no silêncio da tua luz, esse verso é demais.

bjs.

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

ManAmada...tão minh'alma inteira que és...

jamais o sol deixa de ser,para alma-mulher como tu,amiga!O que faz, é mesmo "doendo", dar-te sempre a fecundidade dos mais lindos versos, como somentu Tu sabes parir.É Maravilhoso este -que já comentei no planeta tb-,como todos. Em mais um, minha alma "se encaixa" inteira...nesse vazio de dias/noites todos.
Te Amo,Amiga-Irmã! Bjs

POESIA CÁ E LÁ disse...

Olha, Iza, da tua poesia, já nem tenho mais adejetivos... pense em todos e multiplique por oito deitado.... é o que penso dela.
Para a tua pessoa apenas usar o verbo que minha alma dita quando pensa em ti: "AMAR".
Amo você, amiga querida. Obrigada por tudo.

beijos ternurentos

Clau Assi

Sandra Ribeiro disse...

Minha querida, gosto de tudo que você escreve, mas com o poema: Pétalas Abandonadas, realmente...me emocionei muito!!!

EDUARDO POISL disse...

Vim pedir desculpa pela minha ausência no teu blogger mais como havia um feriado e trabalho com turismo ficou difícil, mais agora com um pouco menos de trabalho volto a normalidade.

"O que diferencia uma pessoa de outra é o seu imaginário, a interpretação que dá aos fatos da vida." (Tisuka Yamasaki)
Abraços com muito carinho

maria nelly disse...

DIGA-ME DOS TEUS DIAS...MORRO POR TI....que lindo!!!!!
poema com muita doçura e que me
emocinou muito....
Amei, querida .
obrigada pelo carinho de sua visita.
beijos meus

NexCool disse...

Olá amiga,
vim para apreciar suas palavras e te desejar uma ótima semana.

Até,
beijos.

Mariana disse...

Lindo o poema.
O Sol é luz, energia.
Acho-o fantástico.
Beijos

REGGINA MOON disse...

Querida Iza,

Lindo demais...eu leio e viajo em seus poemas, são encantadores mesmo!São tão lindos, leves e sensuais...perfumados!!

"E o Sol Deixou de Ser"

Maravilha!!


Um grande beijo!!

Reggina Moon

Beatriz Prestes disse...

Ah minha linda.........
O sol vive intenso em você!!!
Tua poesia comprova teu brilho intenso em cada verso!!!
Ler-te é presente raro!
Beijo com amor minha amiga
Bea

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

ManAmada...
diante desse grito tão forte e audível, mas quase um sussurro, maravilhada diante desta poesia, que me fez tão bem retratada.Como se observasses meu próprio viver, traduzindo em versos. E magníficos, amiga!
Te Amo! Bjs