sexta-feira, 17 de abril de 2009

Maior Poema

Maior Poema

No rosto das horas teço rios, incontidos caudais da memória... À jusante choro margens, pois não me cabem no leito tantos afluentes entornando-se sem precisar o curso, qual indômitos corcéis, quebram a cordilheira da razão e avançam peito adentro tomando-me de assalto na vertigem da lembrança! Delírios destas minhas noites, ilhadas na solidão, invadem-me as veias... Misturam-se às lágrimas, correntes nos meus álveos, em chovida devastação!
Resquícios de espinhos abotoam-me os lábios dificultando abrolhos, desconsolando o sorriso sangram ocasos de luas escondidas... Parece até as estrelas, em perpétua expiação, beberam as trevas da tua prolongada ausência!
E sigo contornando escolhos, entornando palavras, tentando não dividir as águas que te derramam em meu coração... N’um tráfego congestionado de emoções tento ainda não perder o prumo acontecendo tardes, esparramando manhãs sobre a relva farta da saudade!
Ardo tochas de esperanças, ergo botaréus aos frágeis barrancos, erodidos já pela permanência prolongada no tempo do teu silêncio, rasgo montanhas ao meio para o passeio de nossas águas!
Bebo destes rios a dádiva deste querer e mesmo à beira escarpada arraigo meus sentimentos! Com eles espanto precipícios, redivivo flores e delas construo pontes, capazes de vencer até o impossível, conduzindo-me aos braços longos do nosso maior Poema...............
...................................................................... O Amor!

By Iza
15/04/2009


Direitos Autorais Reservados

6 comentários:

Freitas, o artista... disse...

ola
é o Freitas, adoro a imagem referida como Maior Poema, expressa felicidade, tranquilidade e sobretudo o seu bem estar, continuação,
com admiração
Freitas, o artista

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

IzAmigAmada-Irmã de alma...

tão bom poder voltar e estar com vocês, contigo querida! Obrigada por todo apoio, como sempre. Estes momentos se tornaram mais suportáveis por ti/por vocês.
E quanto a esta postagem maravilhosa de poema maior, me encantou, agora também em lindíssima prosa poética, onde teu coração é o próprio mar, que em trânsito de marés rápidas e seguras vai, nos levando junto...Linda mesmo, amiga amada. Saudade de te ler. Bjs
Veronica-Noic@

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

'Maior Poema' refresca a imaginação, que é prosa com a harmonia íntima, estabelecendo assim o elo entre a aspiração mais bela, o amor, e a felicidade que contorna os meandros da alma...
Abraço grande do Miguel-

mochiaro disse...

Amiga Iza
Sempre passo por esse blog onde curto alegrias.
Seu espaço tem a presença, o que vejo sempre, de pessoas sinceras que deixam aqui mensagens.
Você faz parte de meu arquivo pessoal, uma das poucas poetisas de grande valor poético e literário.
Sues escritos são de uma profundeza e deve ser lido e relido para se poder penetrar nessas afirmações.

meumundoquadrado disse...

"Maior Poema"

Assim poderia ser identificado o seu cantinho... Adorei a poesia...

Bem eu gostaria de te falar, que cada retalho que você deixa em "Meu Mundo Quadrado", serve para a colcha que cobre o meu coração, colcha esta, que é costurada por amigos e pessoas especiais como você.
Você não tem idéia, de como eu do valor aos seus comentários, pois, eles edificam cada vez mais, a minha fome pela poesia....

Um beijo em seu coração, e continue juntando os retalhos, e dividindo com todos nos, pois, eles são especiais como você...

Beatriz Prestes disse...

Lindo, lindo!!!

Expressão de tudo quanto é vida!
Beijo carinhoso show de poeta!
Bea